Uma breve história dos aparelhos auditivos

Problemas com a audição são comuns desde que o “homem é homem”. Por isso a busca para soluções vem desde muito antes da descoberta da energia. Pode parecer estranho, visto que os aparelhos auditivos modernos se utilizam da energia para funcionar.

A primeira solução que o homem achou para melhorar a audição foi uma “ferramenta” que crianças usam hoje para ouvir melhor. A mão fazendo o formato de uma concha atrás do ouvido. Pode parecer bobo, mas esse simples movimento permite dar um impulso de 12 dB no volume de 1.000 Hz, e um pouco menos de 2.000 a 3.000 Hz.

A trombeta é o primeiro aparelho voltado para melhorar a audição sem o uso de energia. Sua criação é datada no século XIX. O uso deste aparelho se baseava na possibilidade de fornecer direcionalidade para os sons desejado, e, ao mesmo tempo reduz sons de fundo indesejáveis.

Aurícula, tubos de conversação são outros exemplos de aparelhos de audição que não usavam energia no seu funcionamento.

No século XX começam a surgir os primeiros aparelhos auditivos que utilizavam da energia. O primeiro aparelho foi uma “adaptação” dos microfones de carbono que existiam nos telefones. Porém a lentidão para seu funcionamento e deficiências técnicas faziam com que pessoas que tinham maior deficiência auditiva recorressem, ainda, a trombetas de ouvido e tubos de conversação.

Antes de chegarmos a tecnologia atual. Se destacam duas tecnologias com papel importante na evolução da área. Em janeiro de 1953 surge o primeiro aparelho auditivo transitor, que traz melhorias técnicas além de ter uma produção mais simples. Já em 1955 aparecem os retro-auriculares, que representam um grande passo em relação à solução dos problemas de audição.

E hoje?

Aparelhos analógicos foram os mais populares durante anos, porém com as melhorias tecnológicas ele perdeu espaço. Os aparelhos auditivos digitais vem se saindo “bem” nessa história. Talvez, hoje, sejam os mais populares, isso porque oferecem muitas vantagens sobre os aparelhos mais antigos, além da variedade de modelos e estilos.

Ouça mais do que você jamais imaginou ser possível. Conheça o novo LiNX 3d! O aparelho é moderno e tem conectividade com aplicativo.