Prevenção, é sim, o melhor remédio

Por mais que a ideia de que: “prevenção é o melhor remédio” pareça batida, no sentido de que a insistência nessa ideia não faça tanto sentido, visto que o intuito é óbvio. Existe a necessidade de ser “chato” e reforçar tal questão quando se percebe que a prática não está mostrando “resultados”. Ainda mais quando o assunto é saúde auditiva.

Exemplo: segundo a Sociedade Brasileira de Otologia, mais de 15 milhões de brasileiros têm problemas auditivos.

Esse dado pode parecer uma contradição, pois os estudos e avanços tecnológicos da área estão mais completos, portanto, é natural imaginar que esse número fosse menor. A grande questão é: cada vez mais, seja diretamente ou indiretamente, as pessoas estão sujeitas à uma exposição excessiva de fatores que prejudicam a audição.

Outro fator a se destacar é de que a maioria dos problemas ligados à saúde auditiva é irreversível, ou seja, é fundamental remediar-se de algumas situações.

Por isso a Sonivoxx separou algumas dicas para que você se previna e identifique qualquer problema ligado à audição.

Cuidados

Alguns tipos de problemas auditivos possuem a peculiaridade de se desenvolver aos poucos, o que os torna quase imperceptíveis para pessoa afetada. A melhor dica é que sejam realizadas visitas anuais a um profissional da área, podendo assim detectar e tratar um problema de imediato.

Porém, existem algumas situações que podem representar o surgimento de problemas auditivos, como:

  • Sensação constante de que não está compreendendo perfeitamente o que outra pessoa diz;
  • Dificuldade para compreender conversas em grupo ou em ambientes movimentados;
  • Necessidade de ouvir a mesma fala ou áudio algumas vez, para ter total compreensão do que foi dito;
  • Assistir e ouvir aparelhos eletrônicos (TV, rádio, celular, fones de ouvido) em volumes mais elevados que o restante das pessoas;
  • Zunidos constantes.

Esses são alguns fatores que ajudam a identificar problemas auditivos. Porém, é bom frisar a importância de buscar o auxílio de um profissional o quanto antes, afinal, como dito no início do texto, a prevenção é o melhor remédio.